domingo, 2 de outubro de 2011

Dificultar ta por fora! Facilite as coisas.

Como aprendi com o Prof.: Ilydio P. de Sá, na aula de Didática da Matemática,que considero ser uma disciplina muito importante em licenciatura em matemática, é possivel ter mais de um caminho para solucionar uma questão de matemática. As vezes um caminho que envolve mais atenção e conhecimento matemático, outro que já envolve menos conhecimento matemático. Falar de fácil e difícil é muito relativo, o que é fácil pra um é dificil pra outro e vice versa. Situações problema como:

João tem certa quantia de dinheiro. Foi no mercado e gastou 1/4 da quantia em bebidas, logo após foi ao parque e gastou 1/3 do que sobrou e ainda sobrou R$50,00. Quanto de dinheiro João tinha inicialmente?

Agora responda. Como resolver esse problema? Pode ser assim?


É uma maneira eficaz, porém necessita de conhecimentos maiores de matemática e muita atenção. Um único descuido .. lá se vai a questão inteira. Exercícios assim é válido fazer a prova real para se certificar se está certo ou não. E que tal usar esse método?



Por mim (MARCOS) a segunda opção leva vantagem sobre a primeira pois é mais simples e não precisa de tantos conhecimentos matemáticos. De maneira alguma não ensinaria o primeiro método, é importante que o aluno saiva resolver também pelo método algébrico. Mas é muito interessante mostrar ao aluno um método mais simples e possibilitar ao aluno a opção de escolha sobre as duas maneiras de resolução. O que vocês acham? Qual método vocês escolheriam? Enfim, isso fica a critério de vocês.

Marcos Júnior Guimarães Alves
www.expressaomatematica.blogspot.com